SPAGHETTI INTEGRAL AO ALHO, COM CORAÇÕES DE ALCACHOFRA, BRÓCOLIS, JAMÓN ESPANHOL E QUEIJO PECORINO


De dieta, mas nem tanto... Quer dizer, eu odeio ficar presa numa dieta específica. Mas o lado bom de quando você começa a seguir um planinho alimentar razoável é aprender a fazer boas escolhas. Mesmo para dar aquela puladinha fora no fim de semana... Mas com gosto, porque você se comportou a semana toda. Aí sim, isso é o que eu chamo de equilíbrio! :) Nem chatisse demias, nem jaca total.


Aí o macarrão fica sendo o integral (se não experimentou, vale a pena, porque é pratcamente igual no sabor). Antes dele, uma salada enorme e saudável. Com a proteína (atual) que não tem no macarrão. Depois, rodelas de abacaxi, em vez de sobremesa gigante e com açúcar. Em vez de molho branco ou um mundo de manteiga, só puxadinho no azeite (e é pouco azeite) e no alho. Para acompanhar, vegetais: alcachofra (usei em conserva, escorrendo bem o óleo) e brócolis.


Beleza! Porque aí até sobrou espaço para dar aquela abusadinha no queijo pecorino italiano e até uns pedacinhos de jamón pata negra, uma espécie de presunto cru, típico da Espanha. Pata negra ou jamón de bellota é a melhor qualidade de jamón (para quem tem dúvida, se pronuncia "ramón"). Como me explicou o meu avô, o abuelo Juan, negra (de lama) é cor que ficam as patas dos porquinhos pois são criados felizes e soltos por aí, resultando na melhor carne. E bellotas são as bolotas de carvalho, que é o alimento que os porcos - soltos - comem na natureza, e não ração.


É meio caro no Brasil (na Espanha, não é não!!) e, não vou mentir, tem bastante gordura também. Mas sou da filosofia de que, de vez em quando, não faz mal. Mesmo porque aqui a quantidade foi super pouca, porque só tinha mais quatro fatias na geladeira... E assim vou levando Aliás, prefiro mil vezes comer gordura natural do presunto cru do que margarina ou bolacha industrializadas, que nem comida são...


Mas, sem mais delongas, foi esse o spaghetti que saiu usando tudo isso. Para duas pessoas. Delicioso! ;)


SPAGHETTI INTEGRAL AO ALHO COM CORAÇÕES DE ALCACHOFRA, BRÓCOLIS, JAMÓN ESPANHOL E QUEIJO PECORINO


120 gramas de spaghetti integral

azeite de oliva

4 dentes de alho médios

1/2 cebola pequena

1 cabeça de brócolis ninja

150 gramas de corações de alcachofras em conserva, com o óleo bem escorrido

4 fatias de jamón ou presunto cru

queijo pecorino (ou parmesão) a gosto

sal e pimenta-do-reino preta a gosto


Descasque e corte os dentes de alho em fatias bem fininhas e, depois, bem picadinhas.


Faça o mesmo com a cebola.


Lave o brócolis, retire os talos e separe em "arvorezinhas" pequenas. Leve uma panela com água ao fogo, em quantidade suficiente apenas para cobrir o brócolis. Quando estiver fervendo, coloque o brócolis e, assim que ele atingir a cor verde bem intensa, retire imediatamente e escorra. Tempere com sal e pimenta moída na hora.


Desfaça as fatias de jamón com as mãos para obter tirinhas pequenas.


Cozinhe o spaghetti em água e sal até ficar al dente.


Numa frigideira antiaderente, coloque um pouco de azeite e refogue a cebola em fogo baixo (alguns minutinhos) e, depois, o alho (aproximadamente 1 minuto).


Junte o jamón em pedaços, dê uma mexidinha e, logo em seguida, o brócolis e, após, o spaghetti (apenas dando o intervalo suficiente para misturar tudo entre um ingrediente e outro). Misture bem todo o spaghetti aos demais ingredientes e sirva bem quente, ralando na hora o queijo pecorino (ou parmesão) a gosto.


Serve 2 pessoas.










© 2014 por Abuela Juana. Orgulhosamente criado com Wix.com